O Crematório Catarinense

O Crematório Catarinense oferece uma estrutura completa com todo respeito aos valores e a história de vida. Dispõe de uma extensa área de estacionamento e jardinagem. Possui um forno moderno e rigorosamente de acordo com todas as exigências legais (devidamente licenciado e liberado pelas normas ambientais), uma câmara fria, um anfieatro climatizado com capacidade para 100 pessoas e projetor de imagens (com possibilidade de vídeo conferência), cortina elétrica e transmissão de celebrações via internet.

Perder um ente querido é uma grande dor.

O Crematório Catarinense quer ajudar a amenizá-la, oferecendo respeito, comodidade e paz para este momento.

Joinville OTTOKAR DOERFFEL 51 - ATIRADORES Telefone: (47) 3432-8150
Jaraguá do Sul BR 280 - HM 75 - Nº 9100 - NEREU RAMOS Tel. Comercial: 47 3371-9003 | Tel. 24h: 47 3371-0903
São Bento do Sul MARECHAL DEODORO 58 - CENTRO Telefone: 47 3626-2568
Mafra CORONEL SEVERIANO MAIA 918 - CENTRO Telefone: 47 3642-5075

O que é a cremação?

A cremação, técnica funerária muito comum no mundo ocidental, pode ser um funeral ou um rito pós-funeral e é uma alternativa que oferece menos riscos ambientais, transformando o corpo em cinzas, Procedimento adotado desde a Pré-História, a cremação contribui para a salubridade dos lençóis freáticos e sanitários.

Qual o processo?

O processo de cremação passa por duas etapas, A primeira diz respeito ao corpo e ao ataúde (urna), sendo que ao chegar ao crematório o corpo é levado à sala de cerimônia (se esta fora opção de família). Depois da homenagem, a urna vai para a sala de cremação, onde um profissional retira as alças e os vidros (por lei deve-se aguardar 24horas após o óbito antes de dar início à cremação. Enquanto não são cremados, os corpos permanecem em uma câmara fria a menos de 0 grau).

As Cinzas

As cinzas de um adulto pesam entre um quilo e meio e são recolhidas por uma abertura no forno para que o tamanho dos grãos fiquem uniformes. No final a família recebe a urna com as cinzas resultantes da cremação, e podem ser colocadas em jazigos, columbários e cinerários, espalhadas no jardim ou lançadas ao mar ou vento. As cinzas não retiradas nos jardins que entornam o crematório.

Câmara Primária

A câmara primária é o espaço reservado para a urna que chega a atingir temperatura altíssima de 800 graus. Esta etapa demora em média uma hora e meia (esse tempo pode variar de acordo com o peso da pessoa).

Câmara Secundária

Na segunda etapa, na câmara secundária, são processadas as substâncias particuladas e gases resultantes da etapa anterior, para que todo processo esteja dentro das normas que visam à redução dos riscos ambientais, fazendo a fumaça sair da chaminé sem cheiro e agentes poluentes.

Cremação Após o Sepultamento

Pessoas que estão sepultadas tanto em cemitérios verticais (gavetas), como cemitérios parque (jazigos), podem ser cremadas após seu sepultamento, desde que obedeçam ao tempo mínimo para exumação (retirada dos restos mortais). Podendo os restos procedimentos são os mesmos exigidos para a cremação optada no momento da ocorrência do obtido. O processo de cremação também acaba sendo mais higiênico que o processo de exumação (sepultamento), pois o cadáver depois de cremado se transforma em cinzas.

Lei

A cremação exige que a pessoa registre em vida o desejo de ser cremada, ou então que o parente ou responsável requisite o serviço, sendo necessário providenciar a documentação de acordo com a legislação em vigor (Lei nº 6.015 de 31 de Dezembro de 1973, com as corrigendas da Lei nº 6.216, de 30 de Junho de 1975 e Lei municipal 6.546/2012). Para as pessoas que tiveram um acompanhamento médico são necessários os seguintes documentos: - Declaração de óbito fornecida por dois médicos - Autorização do familiar ou responsável com duas testemunhas Para pessoas que tiveram morte de forma violenta: - Atestado assinado por um médico legista - Autorização judicial, fornecida por um Juiz da Comarca onde tenha ocorrido o óbito. No caso de estrangeiro, além de todos os procedimentos acima, se faz necessário a liberação do consulado ou embaixada do país de origem, certidão de óbito e guia de translado da Polícia Civil, caso a ser realizado fora do Estado.

Contato

Deixe sua mensagem ou tire suas dúvidas, responderemos o mais breve possível